Sissa Schultz

Expressões

Textos

COMO TRANSFORMAR DOIS INTEIROS EM UNIDADE


 
Só demonstrando que:
 
Não te formulei em TEOREMAS
Tampouco me expus a ENUNCIADOS
Para mostrar o que sinto:
- Paixão carece de provas - amor, não!
Não SOMEI ilusões - nem SUBTRAÍ emoções
    - Não me preocupei se haveria RESTOS...
 
Nunca tive intenções de te colocar no (des) COMPASSO
Ou medir teus passos com RÉGUAS E ESQUADROS
Se meu amor é MATEMÁTICO:
A todo PAR INTEGRADO corresponde um ÚNICO PONTO...
Mesmo armadas EQUAÇÕES
    - Que serão sempre de 1º GRAU
 
E sem PREPOSIÇÕES que necessitem demonstração
    - Já disse: não preciso provar que te amo...
Tu INCÓGNITA? Te resolvo dentro de mim!
De uma tal forma que serás ELEVADA sempre
ao MAIOR EXPOENTE
 
(SÓ ME RENDO A UM VALOR EQUIVALENTE AO MEU)
Para que haja sempre um equilíbrio, te proponho:
Vamos SIMPLIFICAR o amor - sem FRACIONAR
 
   - Chegaremos (sem PROBLEMAS) a um DENOMINADOR COMUM...
Mas poderemos, também o expor à GEOMETRIA...
   - Será mantido vivo pela POSSIBILIDADE DAS CONCORRENTES...
 
Não pelas PARALELAS - não apresentam perigo...
Não tem PONTO EM COMUM
Mas, pelas POSIÇÕES RELATIVAS de DUAS RETAS COINCIDENTES
Ou IGUAIS no MESMO PLANO - possuem um ÚNICO PONTO
 
Melhor não vacilar...
 
Ainda temos a FÍSICA, se quisermos
Pedirei licença a EINSTEIN e desta vez não irei contestá-lo
   - Apenas modificarei sua FÓRMULA:
 
...........................de E = MC 2
...........................para LL= SS
 
   - E a RELATIVIDADE será ABSOLUTA
 
DONDE CONCLUÍMOS QUE:
 
Meus sentimentos podem ser demonstrados em:
 
- EQUAÇÕES, FÓRMULAS MATEMÁTICAS, FÍSICA E GEOMETRIA
Mas, para te amar é preciso muito mais:
 
TRANSCENDER O FÍSICO e não esquecer a POESIA...
Sissa Schultz
Enviado por Sissa Schultz em 30/06/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras